Convênios

O IESP-UERJ mantém diversos convênios, com instituições nacionais e internacionais, visando ampliar e pluralizar a formação de seus discentes e docentes, além de constituir amplas redes de pesquisa e cooperação acadêmica. Veja abaixo as instituições conveniadas e os termos de cada acordo de cooperação.

América do Sul

Convênio firmado entre o IESP-UERJ e a Universidad Nacional de Cuyo no âmbito do Programa de Cooperação Internacional Centro Associados para o Fortalecimento da Pós- Graduação Brasil-Argentina (CAPF-BA) conduzido pela CAPES e pela Secretaria de Políticas Universitárias do Ministério de Educação da Argentina. 2013.
Com o objetivo de treinar estudantes uruguaios, em 1985 foi feito um convênio de colaboração entre o IUPERJ e o CIESU.ao IUPERJ e o CIESU mantêm desde 1985 convênio de colaboração a partir do qual estudantes selecionados por aquele Centro são admitidos no programa de pós-graduação do Instituto. O IESP-UERJ firmou também convênio com o CIESU para a realização de pesquisas em conjunto. Esse programa continua no IESP-UERJ.
O IUPERJ e a Universidad Torcuato Di Tella (Buenos Aires) assinaram, em 2002, um convênio de cooperação para intercâmbio de professores e alunos de pós-graduação, desenvolvimento de pesquisas em conjunto, organização e participação em seminários e encontros acadêmicos, programas acadêmicos de curta duração. Esse programa continua no IESP-UERJ.
Convênio de cooperação entre o IESP-UERJ e o Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Sociedade, da Universidade Estadual do Ceará – UECE, no âmbito do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (PADCT/CNPq) e do Fundo Setorial de Infraestrutura (CT-INFRA/CNPq) para promover a melhoria e consolidação dos programas de Pós-Graduação não consolidados das instituições públicas das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

América do Norte

Em decorrência dos convênios de intercâmbio firmados no passado com o Berkeley-Stanford Joint Center for Latin American Studies e o Center for Latin American Studies da Universidade da Flórida, o IESP-UERJ tem oferecido filiação institucional a estudantes em processo de preparação de teses de doutoramento, bem como promovido o intercâmbio acadêmico entre as referidas instituições. O IESP-UERJ tem também conferido filiação institucional a estudantes de diversas outras universidades americanas para aqui desenvolverem suas pesquisas e trabalhos de tese.
Desde 1992, o IUPERJ mantinha convênio de colaboração com a Universidade de Toronto, realizando estudos no âmbito da rede GURI (Global Urban Research Initiatives), promovendo seminários nacionais e articulando pesquisadores urbanos na América Latina. A profª Licia do Prado Valladares vem coordenando a rede no Brasil desde 1992. Esse programa continua no IESP-UERJ.
Em junho de 1998 foi assinado convênio entre o IUPERJ e El Colegio de México, com vigência de cinco anos, podendo prorrogar-se por períodos iguais automaticamente. O acordo tem por objetivo o intercâmbio de professores, estudantes, publicações, programas acadêmicos e projetos de pesquisa. Esse programa continua no IESP-UERJ.
Em fevereiro de 1999 foi assinado um convênio entre o IUPERJ e o CIDE, sediado no México, reconhecendo a importância da cooperação acadêmica entre as instituições de ensino superior e a participação de suas respectivas comunidades no apoio à docência, à pesquisa e à difusão da cultura. O objetivo do acordo é o intercâmbio de professores, pesquisadores, alunos, publicações, programas acadêmicos e projetos de pesquisa. Esse programa continua no IESP-UERJ.

Europa

Termo de cooperação acadêmica firmado com o Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Rio de Janeiro (IESP-UERJ) em 2014.
Reconhecendo a relevância da aproximação internacional entre instituições universitárias de pesquisa e ensino e diante do interesse recíproco em estabelecer relações formais de cooperação, em 1998 o IUPERJ firmou convênio com o ISCTE, sediado em Lisboa, Portugal, objetivando estabelecer um programa interinstitucional de intercâmbio de docentes, pesquisadores e estudantes de pós-graduação, como também o desenvolvimento de projetos de pesquisa em comum. Esse programa continua no IESP-UERJ.
Em fevereiro de 1999 foi assinado um convênio entre o IUPERJ e o ICSUL, sediado em Lisboa, tendo como objetivo a permuta de informações técnico-científicas relativamente às áreas científicas que ambas as instituições desenvolvam, a permuta de docentes e investigadores, de alunos de pós-graduação, de publicações, de programas e de projetos de pesquisa, de organização de encontros, de intercâmbio entre cursos de Mestrado e Doutoramento. Esse programa continua no IESP-UERJ.
Em 2000, começou a vigorar o acordo de cooperação entre o Institut d’Études Politiques de Lille (França) e o IUPERJ. As duas instituições decidem, pelo referido convênio, estabelecer relações de intercâmbio em todas as suas áreas de atividades universitárias e científicas, através de intercâmbio de professores, pesquisadores e alunos. Decidem, também, estimular a participação mútua em seminários e encontros por elas organizados. Esse programa continua no IESP-UERJ.
O Institut d´Études Politiques de Toulouse (França) e o IUPERJ firmaram, em 2005, um acordo de cooperação mútua com a finalidade de desenvolver atividades de pesquisa e ensino, promover o intercâmbio de professores e alunos, organizar seminários, palestras, colóquios e compartilhar experiências. Esse programa continua no IESP-UERJ.
O objetivo deste convênio é incentivar e desenvolver as relações de cooperação entre as partes através do intercâmbio de estudantes, do desenvolvimento de pesquisas conjuntas e da ligação entre professores e pesquisadores de cada instituição. Em 2006 foi firmado um convênio CNPq/CNRS ligando as duas instituições, além de CEBRAP e Fiocruz, para desenvolvimento de projeto comparativo internacional sobre segregação urbana.

África

O IUPERJ firmou em 1998 convênio com o ISRI, sediado em Maputo, Moçambique, visando permuta de informações técnico-científicas no tocante às áreas de investigação e docência, de professores, pesquisadores e estudantes. O acordo prevê, ainda, a organização de encontros, programas de estágio, atividades de extensão universitária, desenvolvimento de pesquisas, intercâmbio de cursos desenvolvidos por ambos os institutos e estabelecimento de relações em comum com outras instituições, de seus países e estrangeiras, para os fins colimados por ambas as partes. Esse programa continua no IESP-UERJ.
  • Eventos

    Ver Todos Eventos

  • Atualizações

  • Vídeos