Nota de pesar pelo falecimento da socióloga Lícia do Prado Valladares

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O Brasil perdeu, na manhã de 28 de novembro de 2021, em Paris, a socióloga Lícia do Prado Valladares. Lícia é um dos maiores nomes da sociologia urbana brasileira, com livros clássicos como Passa-se Uma Casa (Editora Zahar) e A Invenção da Favela (Editora FGV), além de estudos seminais sobre Robert Park e a Escola de Chicago, políticas públicas urbanas, segregação espacial, pobreza e reestruturação urbana, todos seminais para os estudiosos do tema no Brasil e no mundo.

 

Lícia criou e coordenou por anos, no antigo IUPERJ e depois aqui, no IESP-UERJ, o UrbanData, banco de dados bibliográficos sobre estudos urbanos no Brasil, com milhares de resumos de livros, artigos e teses que foram e continuam sendo referência obrigatória para os pesquisadores da área. Profunda conhecedora das condições de vida e trabalho das classes populares do Rio de Janeiro, formou mestres e doutores no Brasil e na França, onde se aposentou como professora da Universidade de Lille em 2011. Lícia era Pesquisadora Associada do IESP-UERJ.

 

Toda a comunidade do Instituto é solidária com Edmond Préteceille, nosso Pesquisador Associado e marido de Lícia, e com os dois filhos dela, Paulo e Leo, e com o neto Carl. A sociologia brasileira está de luto

Comments are closed.