Professora Nísia Trindade Lima Recebe Mais Alta Comenda do Governo Francês

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Na tarde do dia 1/9/2021, a professora Nísia Trindade Lima, atual Presidente da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), foi laureada com a Légion d’Honneur (Legião de Honra), a mais alta comenda do Estado Francês, criada em 1802 por Napoleão Bonaparte. A honraria foi concedida devido ao seu protagonismo no combate à pandemia da COVID-19. Falaram no evento o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o representante do Ministro das Relações Exteriores, Maurício Bernardes, a Embaixadora da França no Brasil, Brigitte Collet, e a própria homenageada.

Nísia liderou a imensa encomenda tecnológica para a produção brasileira da vacina Oxford-AstraZeneca, além de muitas iniciativas ligadas ao enfrentamento da atual pandemia: pesquisa, divulgação científica, testagem, vacinação. Primeira mulher a presidir a FIOCRUZ, muitas são as conquistas de sua gestão, dentre as quais fazemos questão de citar o programa “Mulheres e Meninas na Ciência”.

A Embaixadora Brigitte Collet, ao conceder a comenda em nome do Presidente Francês, fez questão de destacar que “a França comunga com Nísia o valor da saúde universal, construída com políticas públicas orientadas por rigorosa pesquisa científica”.

Nosso Instituto se sente profundamente representado pela liderança de Nísia na defesa da ciência e da saúde, bem como muito orgulhoso de seus feitos, que se fizeram apesar de uma hierarquia governamental obscurantista e negacionista.
O IESP-UERJ se fez representar na cerimônia, e foi lembrado no discurso de agradecimento: “Destaco aqui a presença do IESP-UERJ, Casa onde fiz meu doutorado e hoje colaboro no Programa de Pós-Graduação em Sociologia”.

Comments are closed.