Democracia: tesis sobre la muerte anunciada

Por Wanderley Guilherme dos Santos

Martes, de las 19-22h

Clases quincenales

Inicio: 12 de marzo de 2019
Término: 25 de junio de 2019

El curso será gratuito para alumnos regularmente matriculados en el IESP-UERJ.

Estudiantes no matriculados en el IESP-UERJ pagan una tasa de R$ 200 al més, o R$ 600 por el curso completo.

Más información en el teléfono (21) 2266-8305 o por el e-mail cursos.extensao@iesp.uerj.br.

Democracia: teses sobre a morte anunciada
Wanderley Guilherme dos Santos

A morte da democracia está na moda. São os títulos que fazem sucesso e circulam entre as pessoas ilustradas. Muitos são os conceitos de democracia e várias as maneiras do passamento. Há pouco mais de duas décadas era o conceito de “autoritarismo” e os meios superá-lo que ocupavam a lista de sucesso. Para otimistas, trata-se efetivamente de moda acadêmica que, tal como os estudos de política comparada dos anos setenta e oitenta do século passado, a moda será esquecida, sem que os prognósticos se realizem. Mas há apostas de mais alto calibre pela via da economia e da análise política na gravidade material da ameaça. Não se trataria de mera crise de uma forma de governo, mas de ruptura entre épocas. Seria a época da revolução industrial e da democracia em curso de superação por inéditos perfis de organização da produção material da existência e da gênese, tipos e usos da autoridade para alocação de valores sociais. Pelo volume da literatura existente, não há como programar um seminário exaustivo sobre o tema. O Seminário propõe uma seleta de temas e autores, de economistas, cientistas políticos e outros especialistas com o objetivo de, minimamente, circunscrever o âmbito efetivo da problemática e ordenar uma agenda das mais salientes questões em debate.

As sessões serão quinzenais, às terças-feiras, de 19 às 22hs. A ordem dos debates discriminada abaixo poderá ser alterada ao longo do Seminário se a eficácia dos debates assim o exigir. Será oferecida literatura adicional optativa e examinadas sugestões para inclusão ou exclusão de textos. Em especial, serão feitas referências e comentários à história política brasileira recente onde couberem. Trata-se de incluir a problemática democrática brasileira ao fluxo contemporâneo do debate internacional.

1 – Apresentação do Seminário e sumário da literatura recomendada;
2 – Jason Brennan, Against Democracy, Princeton University Press, 2016;
3 – Yascha Mounk, The People vs. Democracy, Harvard University Press, 2018;
4 – Robert Frank, The Darwinian Economy – Liberty, Competition, and the Common Good, Princeton, 2011;
5 – David Pilling, The Growth Delusion – wealth, poverty, and the well-being of nations, The Duggan Books (Penguin), 2018;
6 – Samuel Bowles, The Moral Economy – why good incentives are no substitute for good citizens, Yale, 2016;
7 – Elizabeth Anderson, Private Government – how employers rule our lives (and why we don’t talk about it), Princeton/Oxford, 2017;
8 – Matthew Hindman, The Internet Trap – how digital economy builds monopolies and undermines democracy, Princeton/Oxford, 2018.

  • Eventos

    Ver Todos Eventos

  • Actualizaciones

  • Videos