Coleção IESP-EdUERJ

A Coleção Sociedade e Política, editada pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ), em parceria com a Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (EdUERJ), se propõe a publicar livros originais sobre os temas mais candentes da sociologia e da ciência política contemporânea, estando aberta tanto para contribuições de natureza empírica quanto teórica. Mais especificamente, a coleção visa a publicar textos que versam sobre temas como: (1) relações internacionais e política comparada; (2) instituições e comportamento político; (3) teoria política e pensamento político brasileiro; (4) estratificação social, mobilidade social e desigualdades; (5) teoria sociológica, modernidade e movimentos sociais; e (6) violência, democracia e sociabilidade. Embora a coleção seja de natureza acadêmica, seu propósito é expandir o público de potenciais leitores por meio da publicação de textos acessíveis e de amplo interesse, não apenas para as ciências humanas e sociais, mas também para leitores não especializados. A descrição completa da coleção pode ser consultada clicando aqui.

MOVIMENTOS SOCIAIS E INSTITUCIONALIZAÇÃO (2019)

MOVIMENTOS SOCIAIS E INSTITUCIONALIZAÇÃO (2019)

Adrian Gurza Lavalle, Euzeneia Carlos, Monika Dowbor e José Szwako

Ao analisar processos de institucionalização de MS, os autores demonstram a insuficiência das abordagens tradicionais e estabelecem novo patamar analítico, relacional e interativo, sem descuidar da dimensão institucional. A contribuição do livro advém da articulação de lentes analíticas sofisticadas com estudos empíricos bem desenhados, adensando debates nos campos das teorias dos MS e da análise de políticas públicas. No âmbito da teoria dos MS, os autores superam simplismos implicados na perspectiva do conflito, levando a sério a relevância das instituições estatais. Por outro lado, demonstram a insuficiência de abordagens estadocêntricas, ao deslocarem o debate para o terreno da mútua constituição entre Estado e sociedade civil, configurando capacidades socioestatais.

Favelados e pobladores nas ciências sociais: a construção teórica de um movimento social (2018)

Favelados e pobladores nas ciências sociais: a construção teórica de um movimento social (2018)

Alexis Cortés
Clique aqui para adquirir o livro

Os pobres urbanos das cidades latino-americanas durante o século passado estiveram no centro dos debates dos intelectuais do continente, gerando um vasto conhecimento teórico que contempla a questão social das metrópoles. Este livro propõe a percepção desses movimentos urbanos também como uma construção teórica, instigando a reflexão sobre o papel das ciências sociais na constituição e reconhecimento, como atores políticos, dos pobres urbanos no Chile e no Brasil.

Ação afirmativa: conceito, história e debates (2018)

Ação afirmativa: conceito, história e debates (2018)

João Feres Júnior, Luiz Augusto Campos, Verônica Toste Daflon e Anna Carolina Venturini
Clique aqui para adquirir o livro

Produto de quase duas décadas de pesquisa, a obra investiga o papel da ação afirmativa na democratização da universidade pública. Apresenta ao leitor um olhar sobre a complexidade dessa política pública, analisando seus aspectos conceituais, jurídicos e morais, assim como as perspectivas históricas, políticas e administrativas. A leitura possibilita não apenas compreender melhor o contexto das posições favoráveis e contrárias às políticas afirmativas, mas também compartilhar de saberes sobre os atores sociais envolvidos, com destaque para a imprensa, e sobre os desdobramentos da adoção dessa estratégia de inclusão em outros países.

Eleições, opinião pública e comunicação pública no Brasil contemporâneo: homenagem a Marcus Figueiredo (2017)

Eleições, opinião pública e comunicação pública no Brasil contemporâneo: homenagem a Marcus Figueiredo (2017)

Felipe Borba e Alessandra Aldé (orgs.)
Clique aqui para adquirir o livro

O livro reúne uma série de trabalhos de cientistas políticos sobre o tema opinião pública e seu impacto no comportamento político. Os autores compartilham o fato de todos terem sido influenciados pelo professor Marcus Figueiredo, um dos fundadores da moderna análise política do Brasil. A obra, organizada pelos professores e pesquisadores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Alessandra Aldé e Felipe Borba, é também uma homenagem ao professor Marcus Figueiredo e ao seu legado para a organização da subdisciplina Comunicação Política no âmbito da ciência política brasileira.

Work in Brazil – Essays in historical and economic sociology (2016)

Work in Brazil – Essays in historical and economic sociology (2016)

Adalberto Cardoso
Clique aqui para baixar o PDF

Institutional frameworks, political action, social and political identities, class relations, social inertia and path dependence are the main aspects inquired in this book. Taken together, the chapters present a coherent and systematic portrait of Brazil, or a plausible point of view about the dynamics of our sociability which may interest the foreign reader. Collective bargaining, labour inspection, the labour and capital organizations are all elements of the Getulio Vargas legacies that, albeit with adaptations over time, still impinge upon our present. For that reason, it is impossible to understand what we are without looking back and trying and reconstruct the trajectories of the current institutions, social and political actors, and even the economy. As a consequence, most of the chapters adopt a historical sociological perspective, in dialogue between the contemporary context and the country’s vivid historiography.

  • Eventos

    Ver Todos Eventos

  • Atualizações

  • Vídeos