Matéria da Folha baseada em pesquisa do LEMEP

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Na matéria «Imagem de bolsonarista saudoso da ditadura é distorcida, aponta estudo», da jornalista Patrícia Campos Mello, o jornal Folha de S. Paulo se baseou na pesquisa Bolsonarismo no Brasil, um projeto do Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública (LEMEP), representado pelo coordenador João Feres Júnior e por Carolina de Paula, diretora executiva do DataIESP, em conjunto com o Instituto para Reforma das Relações entre Estado e Empresa (Iree), dos pesquisadores Walfrido Warde Jr. e Rafael Valim.

 

Os pesquisadores ouviram 24 grupos focais no Rio de Janeiro, em São Paulo, Goiânia, Curitiba, Belém e no Recife, com eleitores de Bolsonaro arrependidos e fiéis, evangélicos e não evangélicos, entre os dias 15 e 30 de maio deste ano.

“A expectativa era que as opiniões fossem mais divididas, mas descobrimos que a enorme maioria dos eleitores de Bolsonaro, arrependidos ou não, dizem ver a possibilidade de uma intervenção militar como um retrocesso”, afirma Feres.

 

Leia a íntegra da matéria na página da Folha.

Comments are closed.